Ribeirão Preto anuncia liberação gradual do comércio e serviços

Salões de beleza, clínicas médicas e lava jatos são alguns dos setores liberados. Shoppings reabrem dia 25 de maio, com restrições.

Por G1 Ribeirão Preto e Franca

O prefeito Duarte Nogueira (PSDB) anunciou nesta segunda-feira (27) mudanças que vão permitir, a partir de terça-feira (28), a liberação gradual de parte dos estabelecimentos comerciais e dos prestadores de serviços da cidade em meio à pandemia do novo coronavírus.

-A matéria continua depois da publicidade-

Os decretos que serão publicados, segundo ele, preveem a volta das atividades em datas diferentes. As regras mais rígidas eram válidas até esta segunda-feira.

A partir de terça, poderão voltar a funcionar, ainda com restrições, estabelecimentos como:

  • clínicas médicas, laboratórios de análises clínicas, clínicas de fisioterapia, de psicologia, de vacinação, clinicas veterinárias, farmácias e óticas;
  • empresas de segurança privada;
  • supermercados, feiras livres, serviços de entrega em bares, restaurantes, lojas de conveniência, sem permissão para consumo nesses locais;
  • Postos de combustíveis, armazéns e lava jatos;
  • bancos, desde com controle de acesso;
  • indústrias em geral, sem comércio presencial;
  • serviços autorizados de manutenção, conserto da construção civil, oficinas de costura, lojas de aviamento, vendas de tecidos, servidos de entrega de transporte de mercadoria;
  • clínicas de estética, barbeiros, cabeleireiros e similares;

A partir de 11 de maio, poderão voltar a abrir comércios com até 800 metros quadrados e, a partir de 25 de maio, os shoppings estarão liberados, mas com adoção de medidas de segurança.

Nogueira confirmou, por outro lado, que estabelecimentos e atrações com aglomerações, como cinemas, academias, teatros e parques ficam fechados até 8 de junho.

O prefeito também informou que as aulas presenciais na rede municipal estão suspensas até 31 de maio, com a mesma recomendação para a rede particular.

Durante a entrevista coletiva, o prefeito mencionou que a liberação gradual será adotada em um contexto de incidência de mortes da Covid-19 – de 0,85 por 100 mil habitantes – abaixo das médias estadual e nacional – de 3,7 e 2,1.

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.