Bombeiros encerram buscas por jovem que desapareceu na Cachoeira dos Dourados

O Corpo de Bombeiros de Franca (SP) encerrou nesta quarta-feira (16) as buscas por Luan Rodrigues do Nascimento, de 18 anos, desaparecido desde 6 março na Cachoeira dos Dourados, em São José da Bela Vista (SP).

Segundo a corporação, foi seguido o protocolo de buscas. A orientação é que a operação seja feita em oito dias. No caso de Luan, foram dez.

-A matéria continua depois da publicidade-

Durante o período de buscas, os Bombeiros percorreram mais de 30 quilômetros do Rio Sapucaí.

Os corpos de Wanderson da Cruz Souza e José Leomar Gomes da Silva, ambos de 22 anos, outros homens que desapareceram com Luan, foram encontrados na quarta-feira (9).

Desaparecimento

A Cachoeira dos Dourados fica entre duas propriedades particulares de São José da Bela Vista e Nuporanga no Rio Sapucaí, a 29 quilômetros de Franca. O rio nasce perto da divisa entre os estados de São Paulo e Minas Gerais, passando por várias cidades até desaguar no Rio Grande.

A região é um ponto de visitação popular e não há proibição para nadar, porém, segundo os bombeiros, é um lugar considerado perigoso por antes ter sido uma pedreira de mineração. Como há muitos buracos, o curso d’água se altera, gerando risco para quem nada no local.

O caso dos três jovens não é o primeiro que aconteceu na Cachoeira dos Dourados. Em setembro de 2020, um menino de quatro anos morreu no local. O corpo dele foi achado a oito quilômetros do local do afogamento, preso em galhos.

Em abril de 2020, um metalúrgico de 44 anos se afogou quando nadava com a mulher. Em maio de 2021, Alex Zabanini, de 42 anos, também morreu afogado depois de pular no Rio Sapucaí.

Com informações da EPTV

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.