“Existe perseguição religiosa no Brasil”, afirma Deputado Pastor Marco Feliciano

Um país onde acontece perseguição religiosa, aderiu à barbarie, a história não registra civilização que não professe nenhuma fé, o que chamamos de Religião, que quer dizer religare, ligar o homem a Deus, infelizmente modernamente as ideologias totalitárias aboliram a religião por ser a porta de entrada do saber e do conhecimento, todos os livros sagrados relevam a figura dos governantes, mas ao mesmo tempo lembram da importância da justiça, que deve ser aplicada para aplacar diferenças, sempre enfatizando a figura de um Deus que tudo criou, mas nos deu o livre arbítrio como forma de nos tornarmos responsáveis pelo bem estar social.

Nossa constituição promulgada e 1988, como é tradição em nosso país de maioria cristã, garantiu a inteira liberdade religiosa, inclusive das minorias, impedindo qualquer proibição de culto, diz a lei no art 5, Vl é assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias.


Portanto quando as esquerdas tentam solapar a decisão do Ministro Nunes Marques, alegando que ele contraria decisão do colegiado do STF que deu autonomia aos Governadores e Prefeitos para decidir o melhor para o combate à pandemia, mas não revogou o art 5 da CF que garante a liberdade de culto, foi corrigido um grande equívoco que secundarizava a atividade religiosa, hoje recomendada até por médicos como fator de tranquilidade social.

-A matéria continua depois da publicidade-


Finalizo pedindo aos atribulados de plantão que deixem nossas Igrejas em paz e que Deus derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todos os que professam a sua fé pacificamente.


Pastor Marco Feliciano

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.