Novacidade.com News - Orlândia - Notícias - Fotos
FTTh Telecom
Morro Agudo

Quatro são presos por suspeita de envolvimento na série de assassinatos em Orlândia e Morro Agudo

Compartilhar

Quatro pessoas foram presas na manhã desta terça-feira (22) em Morro Agudo (SP), suspeitas de envolvimento em cinco homicídios registrados na cidade e em Orlândia (SP), de fevereiro a maio deste ano. Em um dos casos, um casal morreu baleado dentro de um carro.

A Polícia Civil acredita que os casos estão relacionados ao desentendimento entre ex-detentos da região, enquanto ainda cumpriam penas em presídios do Estado de São Paulo.

A operação conjunta das polícias civil e militar foi deflagrada em cumprimento a 14 mandados de busca e apreensão nas casas de pessoas investigadas. Segundo o delegado João Baptistussi Neto, foram apreendidos quatro armas, munição, porções de maconha e R$ 5,5 mil nos imóveis alvos.

-A matéria continua depois da publicidade-

“Essas pessoas se desentenderam na cadeia, enquanto cumpriam pena, e foram espalhadas pelo Estado no sistema prisional. Depois do cumprimento da pena, voltaram a se encontrar na cidade, onde vieram a cobrar essas situações antigas sobre os desentendimentos entre eles”, afirma Baptistussi Neto.

Uma denúncia levou a polícia a investigar a existência de uma lista, onde estariam nomes de pessoas que seriam alvos dos suspeitos, mas o material não foi encontrado durante o cumprimento dos mandados nesta terça-feira.

As pessoas presas em flagrante na operação serão indiciadas no inquérito policial, segundo o delegado.

 
 
 

Série de assassinatos

Segundo a polícia, o primeiro crime foi registrado em fevereiro, quando um homem de 36 anos foi baleado e morto. Em abril, a auxiliar de serviços gerais Priscila Limeira Pinto e o marido dela, Edson Carlos Custódio, ambos de 35 anos, foram mortos. Ele socorria a mulher, que havia sofrido um acidente, quando eles foram baleados por dois homens em uma moto.

Um dia depois, um homem de 29 anos foi baleado no bairro Jardim dos Silveiras, também em Morro Agudo. Ele foi socorrido em um hospital particular, medicado e liberado.

O assassinato mais recente foi registrado no dia 1º de maio, quando uma mulher de 32 anos morreu baleada na garagem da própria casa, em Orlândia.

Fonte: G1.com/ Ribeirão Preto

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: