Gaeco realiza operação em Franca e Jardinópolis contra fraudes em farmácias

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) deflagrou nesta quarta-feira (19/10) a Operação Guelta, visando ao cumprimento de mandados de busca e apreensão em farmácias na cidade de Franca. 

Tais estabelecimentos estão sendo investigados pela compra e venda de medicamentos sem nota fiscal, o que já teria levado à sonegação fiscal de aproximadamente R$ 17 milhões. Além disso, há indícios de que as farmácias adquiriram medicamentos controlados sem nota fiscal, de origem desconhecida, dificultando o controle sobre a posterior revenda dos produtos.

-A matéria continua depois da publicidade-

Por fim, é objeto da investigação a prática de lavagem de dinheiro por parte do proprietário destas farmácias, que não só registrou alguns estabelecimentos em nome de “laranjas” como ainda praticou diversos atos para dissimular a origem ilícita dos valores recebidos.


Dessa forma, com o intuito de aprofundar as investigações, foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão, sendo nove na cidade de Franca e um em Jardinópolis. 

Participaram da operação cinco promotores de Justiça, oito servidores do Ministério Público, 22 auditores fiscais da Receita Estadual, bem como 26 policiais militares. 

Os trabalhos foram desenvolvidos em conjunto com a Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, com o apoio da Polícia Militar.

Fonte: MPSP

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.