Natural de São Joaquim da Barra, Alison dos Santos conquista bronze no 400m com barreira

O brasileiro Alison dos Santos fez história ao conquistar a medalha de bronze nos 400 metros com barreiras na madrugada desta terça-feira, 3. Em uma prova espetacular, com quebra de recorde mundial, Alison foi muito bem principalmente nos metros finais, fechando com 46s72. O ouro ficou com o fenômeno norueguês Karsten Warholm, que marcou 45s94 e pulverizou o recorde mundial. O medalhista de prata foi o norte-americano Raj Benjamin (46s17).

É BRONZEEE DO MALVADÃO! O atleta Alison dos Santos acaba de conquistar a medalha de bronze nos 400m com barreira no atletismo, nos Jogos Olímpicos de #Tokyo2020.

SEMIFINAIS

-A matéria continua depois da publicidade-

No primeiro dia de disputas das provas do atletismo no Estádio Olímpico de Tóquio, Alison dos Santos garantiu vaga nas semifinais dos 400 metros (m) com barreiras, nesta quinta-feira (29), ao terminar a primeira bateria das eliminatórias na segunda posição com o tempo de 48s42 (o 2º melhor tempo no geral).

QUEM É ALISON?

Piu quer colocar São Joaquim da Barra-SP, onde nasceu, e o nome de sua família no mapa olímpico. Por isso, o Piu que todos conhecem na cidade de pouco mais de 50 mil habitantes do interior paulista reassumiu o nome de batismo quando virou atleta dos 400 metros com barreiras. Como Alison dos Santos, ele é uma das principais esperanças de medalha para o país nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O brasileiro ficou atrás apenas de Abderrahman Samba, do Catar, que venceu a sua bateria com 48s38. Agora Alison volta a entrar na pista apenas no próximo domingo (1), a partir das 9h05 (horário e Brasília).

“A nossa intenção era passar bem para a semifinal, não só em colocação, mas em tempo também. Era fazer uma corrida econômica, ser rápido, chegar bem e passar entre os dois primeiros da série para conseguir uma boa raia na semifinal, melhor posicionada para chegar na final”, declarou Alison, após a classificação, para o Comitê Olímpico do Brasil (COB).

O apelido “Piu” surgiu no projeto social de São Joaquim da Barra-SP que o inseriu no atletismo, em 2014, quando tinha 14 anos.
Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.