Prefeitura de Orlândia pretende usar dinheiro da privatização do DAE nas áreas da saúde e educação

O Consórcio Águas de Orlândia, formada pelas empresas com sede em São Paulo, Engibrás Engenharia S/A, Istalle Enhenharia Ltda e Galvão Participações S/A, foi a vencedora do edital, depois de oferecer R$ 51.550.000,00 pelo setor. A abertura dos envelopes aconteceu no dia 26 de janeiro de 2022.

-A matéria continua depois da publicidade-

O prefeito Dr. Sérgio Bordin (MDB) salientou durante uma entrevista na ORC, que pretende investir o dinheiro da privatização nas áreas da saúde e educação.

“Os recursos temos que dividir em termos de infraestrutura, mas também na saúde e educação, valorizando as escolas e nos nossos alunos. Em relação as obras paradas, existe um processo burocrático e não por falta de dinheiro. Está nos planos também na reforma do prédio da prefeitura.”

As demais empresas participantes da licitação tem até 5 dias para se manifestar sobre alguma regularidade do certame. Caso estejam de acordo, o Consórcio Águas de Orlândia será declarada a vencedora do edital para iniciar os trabalhos de recuperação do setor de água e esgoto da cidade, que terá o compromisso de investir R$ 93 milhões ao longo de 35 anos, sendo a maioria nos primeiros anos de atividade, de acordo com regras do edital. O valor a ser pago a Prefeitura é de 50% na assinatura do contrato (R$ 24.755.000,00) e outros 50% parcelado em 12 meses.

Entrevista na ORC com o Prefeito Dr. Sergio Bordin; Procurador Geral do Município, Flaviano Ribeiro; Diretor do DAE, Renan Elias; Secretário Municipal da Insfraestrutura Urbana, Leonardo Alves.
Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.