Projeto do IORM recebe doação de cem mil dólares do Fundo Comunitário Internacional do Airbnb

Solidariedade é uma palavra que pode ser compreendida em todas as línguas.  O Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM, acaba de receber a doação de cem mil  dólares (cerca de R$ 500 mil) do Fundo Comunitário Internacional do Airbnb.

O recurso, que chegou no mês de julho, foi integralmente utilizado para a entrega de computadores, suprimentos e de assinatura de internet a famílias sem conexão, para garantir que os alunos dos projetos do IORM nas cidades de  Miguelópolis, Ipuã, Guaíra e Orlândia tenham acesso às aulas online do Instituto e também de suas escolas, na modalidade ensino híbrido.

-A matéria continua depois da publicidade-

A Campanha Educação é Conexão – Internet para Todos, já fez a entrega de 81 computadores para 86 alunos do núcleo do IORM em Miguelópolis. A  diferença entre o número de computadores entregues e o total de crianças que receberam a doação deve-se ao fato de que em casa onde vivem alunos que são irmãos, o IORM destina uma máquina para a família.

A próxima cidade a ser beneficiada será Ipuã. As entregas começam já na terceira semana do mês de outubro. Está prevista a distribuição de 54 máquinas que beneficiarão 63 alunos do IORM no município.

 “Garantir Internet para todas as crianças e adolescentes não é uma causa do IORM, mas da educação e de toda a comunidade. É parte da garantia de direitos de crianças e adolescentes.”, afirma a coordenadora do Conselho do IORM, Maria Inês Marcório Guedes Moreira de Carvalho.  Pesquisa realizada pelo IORM junto às famílias dos alunos assistidos nas cidades de Guaíra, Orlândia, Ipuã e Miguelópolis demonstrou que 80% dessas famílias têm o aparelho celular como o único meio de acesso à internet.

“O acesso à internet pelo celular não é adequado para os estudantes por vários motivos. Celulares têm telas pequenas, o modelo dos aparelhos muitas vezes não têm a memória necessária para armazenar os vídeos e, além do mais,  requerem  recarga de créditos, o que pode ser um desafio para as famílias.  Nossa pesquisa também traz outro ponto problemático:  muitas famílias dispõem de um único celular em casa, que geralmente é usado pelos adultos para o trabalho e, portanto, estão pouco disponíveis para que os alunos usem para suas aulas.”, relata Maria Inês.

O IORM foi  uma das quatro entidades do Brasil, entre as 150 organizações de mais de 40 países em 6 continentes a receberem recursos do Fundo Comunitário do Airbnb. O critério adotado pela doação foi a seriedade e impacto das organizações no enfrentamento da COVID-19, capacitação econômica e educação.

Sobre o Airbnb

O Airbnb nasceu em 2007, quando dois anfitriões receberam três hóspedes em sua casa em São Francisco. Hoje, conta com 4 milhões de anfitriões que já receberam mais de 900 milhões de hóspedes em quase todos os países do mundo. Todos os dias, os anfitriões oferecem acomodações e experiências únicas, que possibilitam aos hóspedes vivenciar o mundo de uma forma mais autêntica e conectada.

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.