Novacidade.com News - Orlândia - Notícias - Fotos
Orlândia

Biomagnetismo: Terapia do Futuro

Compartilhar

Orlândia é pioneira na região. Maiores informações ligue 16 99989-5659 e fale com a terapeuta especialista em Biomagnetismo, Franciana Alves Meirelles. Atendimento na Avenida 9, 387 – Centro – Orlândia-SP.

Chegou em Orlândia e Ribeirão Preto, a Terapia de Biomagnetismo com a finalidade de aliviar a dor e recuperar a saúde de qualquer pessoa. É um tratamento de baixo custo e de efetividade comprovada. A duração aproximada de uma sessão é de 30 minutos. O número de sessões depende do tipo de patologia, da sua agressividade e antiguidade. O Biomagnetismo Médico é compatível com qualquer outra forma de terapia (homeopatia alopática, Naturopatia, Florais de Bach, Reiki, Acupuntura, etc) e pode também ser usada em conjunto com os tradicionais tratamentos alopáticos.

-A matéria continua depois da publicidade-

O QUE É E COMO FUNCIONA O BIOMAGNETISMO

O Biomagnetismo Médico é um sistema terapêutico desenvolvido pelo Dr. Isaac Goiz Duran, em 1988.

O método consiste no uso de ímãs poderosos para combater parasitas, bactérias, fungos, vírus e outros germes que causam várias doenças

Cada órgão ou tecido do nosso corpo tem um maior ou menor grau de acidez ou alcalinidade, que nos é dado pela leitura da sua concentração de hidrogênio, isto é, pelo seu potencial de hidrogênio ou pH.

As pessoas com algum tipo de doença apresentam, habitualmente, um excesso de ions eletropositivos (toxinas, radicais livres, etc), que acidificam as células, os órgãos, o sangue e as secreções.

Quando isto acontece, quando um tecido corporal qualquer se polariza positivo (acidez), pelo excesso de ions de hidrogênio, existirá outro que se terá polarizado negativo (alcalino) e é esta alteração da polarização que, na perspectiva do biomagnetismo médico, produz a doença.

Esta permanência do tecido numa condição de pH alterado vai permitir o desenvolvimento de vírus, ali onde o pH é mais ácido e de bactérias, onde ele é mais alcalino.

Vírus e bactéria vão comunicar entre si através da denominada bioressonância magnética e potenciar o desenvolvimento de um vasto conjunto de doenças e patologias degenerativas.

Deste modo, bastará alterar a polaridade de ambos os tecidos afetados para eliminar a doença.

Esta técnica, de tratamento natural, consiste em equilibrar e restabelecer o sistema defensivo do corpo humano, ao criar-se um campo magnético que permite tornar incompatível o desenvolvimento e a existência do vírus, das bactérias, dos fungos e dos parasitas e um campo totalmente inacessível para eles.

O Biomagnetismo é uma terapia não invasiva, de fácil e cômoda aplicação que pode tratar todo o tipo de doenças e disfunções, inclusive a nível emocional.

A duração aproximada de uma sessão é de 30 minutos. O número de sessões depende do tipo de patologia, da sua agressividade e antiguidade.

O Biomagnetismo Médico é compatível com qualquer outra forma de terapia (homeopatia alopática, Naturopatia, Florais de Bach, Reiki, Acupuntura, etc) e pode também ser usada em conjunto com os tradicionais tratamentos alopáticos.

É um tratamento de baixo custo e de efetividade comprovada. Não requer equipamento caro ou sofisticado, está livre de efeitos secundários nocivos, pelo que constitui uma valiosa alternativa para tratar os mais diversos problemas de saúde. A finalidade é aliviar a dor e recuperar a saúde do paciente.

Principais Indicações:

Como Surge a Doença

O homem está rodeado por campos magnéticos produzido por cada célula, cada órgão e sistemas e no meio intercelular, originando assim o seu próprio campo eletromagnético.

O seu equilíbrio garante bom funcionamento do nosso corpo. Podemos conviver com estes hospedeiros mas em algum momento esse equilíbrio se rompe. Etiologias podem ser, por exemplo: stress, cansaço, trauma, poluição ambiental, má alimentação, etc.

O seu equilíbrio garante bom funcionamento do nosso corpo. Quando nos infectamos com algum microorganismo podemos ter uma doença aguda ou podemos conviver com estes hospedeiros por muitos anos, mas em algum momento esse equilíbrio se rompe: stress, cansaço, trauma, poluição ambiental, má alimentação, etc.

Surge a doença, na maioria das vezes, porque os microorganismos consomem nutrientes (Vitaminas, sais minerais, oligoelementos, enzimas, hormônios,etc).

Muitas vezes as toxinas podem alterar enzimas bloqueando a produção de hormônios (como a insulina) ou podem até causar alterações genéticas e o paciente pode desencadear uma doença de origem genética.

O paciente fica tratando somente sintomas, repondo o que falta e pensa que está se curando, não tratou a causa: que é a presença do microorganismo hospedeiro.

Após 4 sessões de Biomagnetismo técnica comprovada na infecção de urina, Hemácias e Leucócitos baixaram muito.

Como se Alcança a Cura?

Todos os fenômenos patogênicos que dão origem e desenvolvem as doenças são: virais, bacterianos, micóticos, parasitários, disfuncionais, tóxicos, psicológicos, emocionais, ou alterações genéticas provocadas; estas patologias (doenças) aparecem em conseqüência dos microrganismos produzirem fenômenos bioenergéticos dentro dos órgãos internos alterando o pH normal (NEN).

Cura-se o doente equilibrando o Par Biomagnético, através da colocação de ímans (que identifica esta Biorressonância) sobre o organismo, desfazendo a Biorressonância e permitindo que o sistema imunológico possa atuar restabelecendo o equilíbrio Físico, Mental e Emocional.

Este tratamento alternativo pode ser combinado com outros métodos terapêuticos tradicionais ou não. No Biomagnetismo Medicinal usa-se ímans de média intensidade com fins terapêuticos. Não se injetam, não se ingerem, não são tóxicos, não produzem efeitos colaterais.

O Par Biomagnético é um procedimento de ordem físico, natural e externo, é também um procedimento preventivo da saúde porque pode detectar, diagnosticar e curar oportunamente, antes da manifestação clínica.

Em geral são feitas poucas sessões para chegar ao equilíbrio normal do corpo (NEN: Nível Energético Normal). Somente em casos de enfermidades crônicas ou degenerativas se requer um seguimento preventivo.

Comentários

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: