Brasil perto da marca dos 100 mil veículos eletrificados vendidos

Há um conceito importante a ser esclarecido para a população que é a diferença entre veículos eletrificados e veículos elétricos. Os veículos eletrificados compreendem todos os veículos que possuem alguma tecnologia com tração elétrica, como por exemplo os híbridos comuns, mais conhecidos no país hoje. Já os veículos elétricos são os veículos que além de possuírem a tecnologia elétrica, podem ser carregados exclusivamente com energia elétrica, isto é, têm a possibilidade de não depender de combustíveis fósseis, é o caso dos veículos híbridos plug-ins e dos veículos 100% elétricos.

Números que superam todas as previsões da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE) e representaram um aumento de 77% sobre os 19,7 mil emplacamentos realizados em 2020. Ao compararmos a evolução dos elétricos de nov/20 com nov/21, dados atualizados do Denatran, vemos um aumento nos elétricos puros de 95% e híbridos plug-ins de 141%, realmente um crescimento impressionante.

-A matéria continua depois da publicidade-

Entretanto, 2022 promete ser ainda mais acelerado para o setor, que deve atingir a histórica marca dos 100 mil veículos eletrificados no segundo semestre deste ano, segundo projeção da ABVE. Para atender ao crescimento da demanda, grandes montadoras (empresas como a Renault, Chery, Volkswagen e Kia, por exemplo), já preveem, pelo menos, 13 lançamentos de modelos elétricos no Brasil que devem impulsionar ainda mais as vendas ao longo do ano.

Essa revolução elétrica era muito aguardada no Brasil, apesar de já ser uma realidade em diversos países do mundo. Um dos gargalos para o crescimento da frota de carros elétricos em terras brasileiras, era o seu valor elevado frente aos modelos com motor a combustão. Porém, os altos preços desses veículos têm origem no custo das baterias.

De acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em todos os 26 estados e no Distrito Federal, já circulam veículos elétricos. Porém, a maior parte deles está concentrada nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Um questionamento frequente do consumidor que pensa em adquirir um veículo elétrico é a conta de luz. Sobretudo em um momento no qual o país enfrenta uma crise hídrica que impõe uma bandeira de escassez energética na tarifa: são R$14,20 a cada 100 kWh consumidos.

Matéria completa no link https://www.tecmundo.com.br/mobilidade-urbana-smart-cities/234211-brasil-marca-100-mil-veiculos-eletrificados-vendidos.htm

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.