“Jogos de azar legalizados flagelo do povo”, diz Deputado Marco Feliciano

Existe uma narrativa pra cada realidade, por detrás do glamour dos jogos, cassinos lindíssimos, regados a caviar e champanhe em filmes que retratam uma fantasia de felicidades constantes, causando aos incautos uma falsa ilusão de que podem dominar as roletas e os dados, existe uma dura e crua realidade, miséria, vícios, intrigas, drogas e por fim a prisão ou morte.

Não há como separar o jogo tido como legal, do crime e das drogas, um não vive sem o outro, o jogo exerce um fascínio e uma força compulsiva, verdadeira doença que torna o jogador um ser irracional, com prejuízo para toda a sociedade, os defensores da legalização dos jogos enxergam os pseudos benefícios por um viés do lucro, esquecendo das mazelas, jovens com o futuro comprometido, famílias destruídas pelo patrimônio desfeito e muitas desgraças que acompanham os bastidores das Las Vegas da vida, que são omitidas pelas mídias rendidas ao vil metal.

-A matéria continua depois da publicidade-

Finalizo reiterando que, meu mandato em Brasília também é em defesa das vítimas do jogo, flagelo da humanidade, e pedindo a Deus que livre nossos jovens das garras do maligno.

Pastor Marco Feliciano

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.