Políticos defendem adiamento das eleições municipais para o mês de dezembro

Governadores, prefeitos, parlamentares e dirigentes da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) defenderam o adiamento das eleições municipais de 2020, sem prorrogação de mandatos, em debate promovido pela OAB/DF, via internet.

“É muito difícil, quase impossível, que em agosto a questão do coronavírus esteja resolvida. Será impossível promover aglomerações. Neste cenário, como fazer campanha política? E ainda que consideremos outros meios de contato com o eleitor, como aplicá-los nos municípios que não têm acesso à internet, não têm geradoras de TV nem transmissão de rádio?”, apontou o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).

Defesa do isolamento social

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que “se houver a necessidade de retardo, que se faça dentro de prazos limitados, de modo a não afetar os mandatos postos”.

-A matéria continua depois da publicidade-

É preciso adiar as eleições sem prorrogar mandatos. “Eu defendo, por exemplo, que as eleições para os Executivos de todas as esferas ocorram em datas coincidentes, mas, neste momento, o ideal seria postergar as eleições municipais para permitir que o eleitor tenha contato com os candidatos para tomar uma decisão mais consciente”, disse o governador, que reforçou as peculiaridades do Rio Grande do Sul, como o aumento de mortes por doenças respiratórias no período do inverno.

Fonte: https://congressoemfoco.uol.com.br/coluna-da-samanta-sallum/politicos-defendem-adiamento-das-eleicoes-municipais-em-debate-da-oab/

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.