Atualização do Whatsapp permite bloquear prints de fotos temporárias e ocultar status online

Enviar uma mensagem, perceber que você escreveu algo que não deveria, e correr para apagar, é algo que todo mundo lendo esse texto já fez. Afinal, quem nunca se arrependeu no momento exato que enviou a mensagem?

-A matéria continua depois da publicidade-

E isso costumava ser uma corrida contra o tempo porque, além do risco do destinatário ler a mensagem, o próprio whatsapp limitava o tempo disponível para apagar uma mensagem após o envio.

Mas, felizmente, são águas passadas! O WhatsApp atualizou, nesta terça passada (09/08), uma série de recursos e uma delas foi estender o tempo de exclusão, aumentando-o para 60 horas.

O WhatsApp está presente nos aparelhos de celular de praticamente todos os brasileiros. E sendo tão popular, o aplicativo sempre recebe atualizações muito interessantes. Junto com essa novidade, o WhatsApp implementou recursos de privacidade e muito mais. Confira!

Sem pressa: dois dias e meio para apagar mensagens

Inicialmente, o WhatsApp nos permitia apenas 7 minutos para excluir mensagens, tempo que mais tarde ultrapassou um pouco uma hora. A partir de agora, temos dois dias e meio para excluir mensagens, e o processo continua o mesmo: selecionamos a mensagem e clicamos em “apagar para todos”. 

Portanto, é oficial: temos um novo limite de 60 horas para eliminar as mensagens, com a mesma operação que tínhamos antes, neste novo intervalo de tempo. Se tiverem passado menos de 60 horas, você poderá excluir a mensagem para você e para a pessoa que a recebeu.

Importante lembrar que a mensagem excluída ainda deixa aquela mensagem de “Você apagou essa mensagem”.

Mais novidades: melhorias de privacidade

Junto com essa novidade vieram atualizações em relação à segurança e privacidade. 

A partir de agora podemos escolher quem pode ver se estamos online ou não. Até agora só podíamos escolher quem viu nosso último horário de conexão ou não, mas não havia controle de status online.

A Meta, empresa dona do Facebook, Instagram e WhatsApp, confirmou que esta novidade chegará a todos os usuários e que podemos configurar se queremos que nossos contatos, o mundo inteiro ou ninguém veja se estamos online ou não. Uma função que já vinha pedindo há muito tempo e que, embora atrasada, acabou chegando. O famoso “antes tarde do que nunca”.

Sair à francesa

A segunda novidade tem a ver com o abandono dos grupos. 

O WhatsApp permitirá que você saia do grupo sem notificar todos os membros, apenas seus administradores. Haverá uma seção “participantes anteriores” que nos dirá quem saiu do grupo, onde os participantes podem ver quem saiu. A saída não será 100% silenciosa, mas será mais discreta do que antes.

Captura de tela está bloqueada

Por fim, uma atualização relacionada à privacidade. Agora, podemos impedir a captura de telas nas fotos de “visualização única”. Em fevereiro deste ano, o WhatsApp apresentou uma atualização que permitia o compartilhamento de fotos e vídeos temporários, e não demorou para todo mundo começar a utilizar o recurso.

Mas o problema era que, embora fossem temporárias, a ferramenta permitia que os destinatários tirassem “print” da tela e ficassem com o registro da imagem para si, ou seja, o “temporária” ia por água abaixo. 

Então, 5 meses depois, uma nova atualização surge para corrigir isso, agora a captura de tela é bloqueada em mensagens temporárias. Essas fotos e vídeos que são excluídos assim que os vemos não podem ser salvos com uma captura de tela.

Golpes no Whatsapp em 2022

Atualmente é muito fácil entrar em uma conversa de WhatsApp depois de digitar um número de telefone aleatório. Afinal, ao contratar um plano de celular, você pode adquirir um novo número ou manter o antigo e, qualquer número de celular hoje em dia está conectado a um perfil do WhatsApp. 

É por isso que, os chamados “golpes de roubo de identidade”, estão se tornando cada vez mais comuns: eles sempre mostram um número estranho que afirma ser uma pessoa que conhecemos.

Para termos uma noção mais precisa de como o número de golpes aumentou nos últimos tempos, a PSafe, empresa líder em cibersegurança na América Latina, registrou, entre abril e maio deste ano, um aumento de mais de 350% no número de tentativas de golpe do PIX. Equivale a quase sete mil tentativas deste golpe por dia, somente entre os meses de abril e maio.

Portanto, sempre peça algumas informações que apenas a pessoa que você está representando saberia. Embora tenha em consideração que ao responder você permite que eles tentem enganá-lo novamente. Afinal, todo cuidado é pouco e um simples momento de confiança excessiva pode causar um prejuízo enorme na sua vida.

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.