Projeto Agenda Cultural do IORM participa de Oficinas sobre acessibilidade cultural e comunicação acessível

A partir das Oficinas, Projeto passa a ofertar conteúdos para deficientes visuais e auditivos. Site do IORM vai disponibilizar vídeo com audiodescrição, texto e libras do glossário das técnicas e conceitos básicos das oficinas de Dança e Musica

A equipe de profissionais do Projeto Agenda Cultural 2021, desenvolvido pelo Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça – IORM,  participou nos dias 29 de junho, 2, 5 e 15 de julho de quatro Oficinas de Capacitação sobre Noções gerais sobre inclusão: acessibilidade cultural e comunicação acessível, temas da maior importância para assegurar a participação da comunidade na vida cultural.

-A matéria continua depois da publicidade-

As Oficinas foram ministradas pela diretora de Acessibilidade Cultural da Quesst Consultoria, Bell Machado, abrangendo um rico conteúdo programático: Conceito de acessibilidade cultural, noções gerais do recurso de acessibilidade em Libras, introdução às noções da audiodescrição, formas de divulgação e compartilhamento em diferentes mídias sociais, introdução aos aspectos teóricos da audiodescrição na modalidade da dança e música e exercícios para organização de material introdutório às vídeo aulas. Todo conteúdo programático foi trabalhado com a equipe nas  Oficinas que foram desenvolvidas  na modalidade EAD.

O objetivo da formação foi o de tornar a organização cada vez mais comprometida com a inclusão social, ofertando meios para que os professores de dança e música tenham condições de transmitir e encantar, através dos diferentes movimentos, sons e histórias,  aquelas crianças e adolescentes excluídas do meio cultural, seja por alguma deficiência física ou intelectual.

E os números comprovam a importância dessa iniciativa: segundo o Censo do IBGE de 2010, 45,6 milhões de brasileiros apresentam alguma deficiência. A acessibilidade cultural pressupõe que todos os produtos culturais, como dança, música, documentários, peças de teatro, exposições nos museus, entre outros, estejam ao alcance de qualquer pessoa, já que o acesso à cultura é um direito do cidadão. A Declaração Internacional de Direitos Humanos de 1948 que é uma referência para garantia dos direitos do homem, afirma, no artigo 27, que: “Todo ser humano tem o direito de participar livremente da vida cultural da comunidade, de fruir das artes e de participar do progresso científico e de seus benefícios.  “Por isso, promover a acessibilidade nos espaços culturais para pessoas com deficiência e novos públicos e propiciar o protagonismo é uma forma efetiva de trabalhar pela participação da comunidade na vida cultural”, salienta a coordenadora artística do IORM, Valeria Pazeto.

A comunicação acessível, também tratada nas oficinas, tem o objetivo de adaptar as informações contidas em um texto, um cartaz, um site por exemplo, para que todas as pessoas, inclusive aquelas que tenham alguma deficiência intelectual, possam ter plena compreensão de seu conteúdo. “A comunicação acessível e inclusiva pressupõe a ausência de barreiras na comunicação entre as pessoas, na escrita, no acesso a conteúdos em papel, audiovisuais e online, com o intuito de garantir o direito à comunicação e à informação para todos, sem exceção.”, destaca Valeria.

Site inclusivo

Com a capacitação, o Projeto passa a ofertar conteúdos de acessibilidade para deficientes visuais e auditivos. No site será disponibilizado vídeo audiodescrição, texto e libras do glossário das técnicas e conceitos básicos das oficinas de Dança e Música; Disponibilização de vídeos com a autodescrição, texto e libras com a apresentação do professor e do espaço onde as aulas serão realizadas.

O Agenda Cultural – PRONAC 205171 é realizado pelo Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial de Cultura e pelo Instituto Oswaldo Ribeiro de Mendonça. Este Plano objetiva promover a manutenção da instituição e a continuidade dos projetos, através do oferecimento de uma Agenda contendo um rol de atividades permanentes, disponíveis à população, por meio de Oficinas Culturais de Dança, Música e Convivência, Produção e Formação artística cultural com a criação e apresentação de Espetáculo de Artes Cênicas e Workshop de disseminação cultural, Exibição de obra e Ações da Biblioteca Energia do Conhecimento.

Comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.