Rodovia Cândido Portinari | Mais notícias

Gerente de transportadora morre em acidente perto de Batatais

Gerente de transportadora morre em acidente perto de Batatais
Novacidade.com | 06/01/2017 - 12:33:26

O que deveria ser um passeio de uma família francana até Ribeirão Preto transformou-se em uma fatalidade na tarde dessa quinta-feira. Uma colisão frontal na rodovia Cândido Portinari, perto de Batatais, matou o gerente de uma transportadora e deixou sua mulher, as duas filhas do casal e outras duas vítimas feridas. Wellington Gonçalves de Oliveira, de 52 anos, não resistiu e morreu ainda no local.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária, a família, moradora do Parque Progresso, seguia sentido a Ribeirão Preto em um Honda Civic quando um GM Zafira, com placas de São José do Rio Preto (SP), invadiu a pista contrária. Aos policiais, o condutor, de 43 anos, afirmou ter perdido o controle do veículo, passando pelo canteiro central e invadindo a pista contrária.

Ainda segundo a versão do motorista, que estava acompanhando de um adolescente de 12 anos, não foi possível evitar a batida. Com o impacto, os dois carros ficaram completamente destruídos. Wellington, que conduzia o Civic, foi a vítima com ferimentos mais graves e não resistiu. Sua mulher, Ivanete Teixeira Gonçalves de Oliveira, de 49 anos, e as filhas do casal, Caroline, 24, e Beatriz, 16, ficaram presas às ferragens. Os ocupantes do Zafira sofreram escoriações.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar as vítimas das ferragens do Civic. Foi necessário um trabalho de quase meia hora para que Ivanete fosse resgatada. Ela foi levada para a Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas em Ribeirão Preto. As filhas, com ferimentos mais leves, estão na Santa Casa e no Hospital São Francisco, na mesma cidade.

Já o motorista do Zafira e o menor foram removidos até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Batatais.

Por causa do acidente, parte da pista da Cândido Portinari precisou ser interditada para o trabalho dos bombeiros e dos peritos do IC (Instituto de Criminalística).

O caso foi registrado pela Polícia Civil de Batatais e deverá ser investigado nos próximos dias.

A morte
O corpo de Wellington foi removido ao IML (Instituto Médico Legal) e passou por necropsia. Em razão dos ferimentos de sua mulher e filhas, a data de seu sepultamento ainda não foi definida. A previsão é de que o velório aconteça no próximo domingo, com os trabalhos da funerária Tedesco.

FONTE: http://gcn.net.br/noticias








    Lucilá Calçados Orlândia