Novacidade.com News - Orlândia - Notícias - Fotos
FTTh Telecom Credimogiana
Sertãozinho

Congresso da Aviação Agrícola do Brasil em Sertãozinho começa dia 30

Compartilhar

A programação terá 130 expositores de tecnologias e 47 palestras e debates, com estrelas como o curador do projeto Fronteiras do Pensamento e comentarista político Fernando Schüller e o agrônomo e jornalista Donário Lopes de Almeida, além de fóruns de pesquisas, política e tecnologias

A poucos dias do Congresso da Aviação Agrícola do Brasil, a expectativa é grande para a edição de Sertãozinho, no interior de São Paulo, que será o maior evento aeroagrícola já realizado no País. O encontro anual do setor terá este ano 130 expositores em sua mostra de aviões, equipamentos e tecnologias, um crescimento de de mais de 30% em relação ano passado – com exposição de aviões, motores, tecnologias embarcadas e de drones, entre outras. Já na movimentação nos três auditórios, serão 47 palestras e debates, como foco em segurança, tecnologias, gestão e políticas para o setor.

-A matéria continua depois da publicidade-

O evento ocorre de 30 de julho a 1º de agosto, no Centro de Exposições Zanini (Marginal João Olézio Marques, 3.563 – junto à Rodovia SP-322). Entre as grandes novidades para este ano estão os Fóruns Político e de Pesquisas, além da participação de startups de tecnologias e a grande presença de estudantes. “Entre as mais de 1 mil inscrições antecipadas, há alunos de mais de 50 instituições de ensino de diversos Estados, entre universitários e alunos de cursos técnicos e até pessoal da rede de ensino básica local”, comemora o diretor-executivo do Sindag, Gabriel Colle. “Aliás, entre os expositores de tecnologias e serviços, teremos profissionais de 11 países”, completa.

PALESTRAS

Nos auditórios, os destaques devem ficar por conta dos Fóruns de Pesquisas e Político, além de palestras como a do filósofo, curador do projeto Fronteiras do Pensamento e comentarista político Fernando Schüller. Ele vai falar sobre tendências da política brasileira e os impactos no desenvolvimento do País. Já o tema digitalização no campo estará a cargo do agrônomo e jornalista Donário Lopes de Almeida, abordando desafios e oportunidades das ferramentas. Membro conselho do Canal Rural e entusiasta da tecnologia no campo, ele vai abordar desde a redução de custos com avanços em equipamentos, impacto das mudanças para o produtor e a preparação para a nova realidade do campo.

O cenário político estará também na apresentação do deputado federal e ex-secretário de Agricultura de São Paulo, Arnaldo Jardim, que falará do trabalho da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA). Isso pouco antes do fórum que vai reunir autoridades e parlamentares federais, dos Estados e municípios para debater o tema.

“No caso do Fórum de Pesquisas, teremos a presença de pesquisadores de todo o Brasil apresentando o que há de geração de conhecimento acadêmico no momento e discutindo com os empresários aeroagrícas quais demandas por pesquisas existem no setor”, explica Colle. “O objetivo é não só incentivar a geração de mais pesquisas, como aproximá-las do mercado, de modo que os resultados possam ser aproveitados imediatamente em campo.”

A programação do Congresso tem ainda palestras sobre a realidade da aviação agrícola na Europa, com o empresário espanhol Manuel Ignácio Fraile Moreno; sobre uso de aeronaves em combate a incêndios, com o major bombeiro Rodrigo Tadeu de Araújo; “além do uso de produtos biológicos nas aplicações e até apresentações sobre aviação para o público leigo e crianças”, completa o diretor.

MERCADO

O Brasil tem hoje a segunda maior e uma das melhores aviações agrícolas do mundo. Presente em todas as regiões e há mais de 70 anos inovando em tecnologias de ponta e com pessoal altamente qualificado, com importância comprovada no campo. Não por acaso, o setor aeroagrícola nunca teve um ano negativo no crescimento da frota e em 2018 registrou um incremento de 79 aeronaves (cinco helicópteros e 74 aviões). Nos últimos 10 anos, o saldo positivo foi de 51,6%.

O congresso realizado pelo Sindag atrai os maiores fornecedores mundiais de tecnologias aeroagrícolas. Desde brasileira Embraer (que detém 60% do mercado nacional) até a norte-americana Air Tractor (maior fabricante mundial de aviões agrícolas). Passando por fornecedores de peças de aeronaves, sistemas de pulverização e toda a eletrônica embarcada – como sistemas de DGPS, que orientam os pilotos com precisão de centímetros em cada aplicação, controlam os sistemas e ainda registram toda a operação em arquivos invioláveis, gerando mapas de cada missão. Sem falar na presença de autoridades, políticos, empresários, pilotos, técnicos e pesquisadores.

Veja mais em:

www.sindag.org.br

www.congressoavag.org.br

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: