Novacidade.com News - Orlândia - Notícias - Fotos
FTTh Telecom
São Joaquim da Barra

Prefeito Marcelo Mian dobra repasse para coleta seletiva de São Joaquim da Barra

Compartilhar

Esse serviço foi implantado pelo atual chefe do executivo em 2015 e em novembro desse ano completará 4 anos de fundação

O prefeito de São Joaquim da Barra, Marcelo de Paula Mian sancionou na manhã do último sábado,11, a Lei que dobra o repasse para a Associação dos Agentes Recicladores Joaquinenses, que foi implantada na gestão do atual chefe do executivo. A cerimônia de assinatura aconteceu no galpão da coleta seletiva, na Rua Amazonas, Centro. Com isso, passará a receber R$ 13.000,00 mensais, somando 156 mil reais por ano.

-A matéria continua depois da publicidade-

A Coleta Seletiva de São Joaquim da Barra – denominada Associação dos Agentes Recicladores Joaquinenses – AARJ foi inaugurada na cidade no dia 21 de Novembro de 2015, pelo prefeito Marcelo Mian. Atualmente, o serviço conta com 19 associados, que fazem o trabalho de coleta no porta a porta e também na triagem dos materiais. O trabalho, no momento, abrange aproximadamente 90% da cidade, o que representa cerca de 5200 residências, que estão divididas em três regiões, sendo elas RI , RII E RIII. No início, o ganho inicial girava em torno de R$42,00 para cada um dos trinta sócios contribuintes.

Com a ampliação da área atendida, o serviço cresceu gradativamente, e hoje, cada um dos 19 agentes recicladores recebe em torno de R$1.100,00 e mais uma cesta básica fornecida pela prefeitura. Desde o início, a associação conta com um grande apoio da administração. A princípio, a ajuda era no pagamento do aluguel do galpão, na doação de uma prensa e no fornecimento de um caminhão com motorista para realizar a coleta. No Segundo ano, o apoio aumentou e a prefeitura doou o caminhão para a associação e iniciou um repasse mensal de 6.500 reais, ou seja, 78 mil por ano.

E agora, o prefeito Marcelo Mian anunciou mais uma boa notícia. Ele assinou o contrato que dobra o valor para 13 mil reais por mês, o que somará 158 mil por ano. Além da geração de renda para esses agentes, a implantação da coleta trouxe um benefício significativo para o meio ambiente. Segundo dados da associação, com o trabalho da coleta, mais de 33 toneladas de materiais por mês deixam de ser aterrados, contribuindo assim com nosso meio ambiente.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: