Novacidade.com News - Orlândia - Notícias - Fotos
FTTh Telecom Credimogiana
Sales Oliveira

Falhas geológicas na nossa região

Compartilhar

Especialistas da USP instalam 4 sismógrafos em Sales Oliveira e monitoram tremores de terra

Após identificar pontos estratégicos no município, especialistas do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP) instalaram quatro sismógrafos em Sales Oliveira. O último aparelho foi colocado nesse sábado (24).

A equipe do IAG-USP voltou a São Paulo e, agora, monitora os tremores de terra. Em um mês ou antes, se necessário, caso aumente a frequência dos eventos, — técnicos retornarão a Sales Oliveira para captar e analisar os dados registrados nos equipamentos e futuramente divulgá-los.

-A matéria continua depois da publicidade-

Ao sentir algum evento sísmico, a orientação aos moradores é para registrarem os relatos no site do Centro de Sismologia da USP. Na página principal, há um botão “Sentiu aí?” (bit.ly/2KWWkOe). Os depoimentos contribuirão para os estudos e mapeamento das atividades no município.

O professor de Orlândia Vito Corrado Vella encaminhou um artigo para o Jornal Novacidade e disse que no caso de Sales Oliveira, provavelmente deve ser movimento das placas tectônicas. Leia abaixo:

No Brasil, muitos pensam que não ocorrem terremotos, mas o nosso país não está isento desse fenômeno. Durante o regime militar, os professores de geografia, gostavam de salientar que no nosso país não tinha terremotos. A localização do Brasil, é no centro da Placa Sul-Americana, que atinge 200 quilômetros de espessuras, os terremotos causados por desgastes na placa tectônica, que causam falhas geológicas, e que podem ocorrer no país, da mesma forma é possível sentir as consequências de terremotos no epicentro nos países da América Latica, não esquecendo o Chile, que tem uma intensa atividade vulcânica.

A grande maioria dos terremotos no Brasil, não é percebida pela população; são tremores de magnitudes baixas, menores de 3,0 na escala Richter, registrados pelos sensores, e que são sentidos pelas pessoas próximos dos centros urbanos.

No Império Brasileiro, D.Pedro II, percebeu um tremor no dia 9 de Maio de 1886, às 15 h, em Petrópolis-RJ, e coube ao engenheiro Guilherme Schüch, o barão de Capanema, buscar informações.

Provavelmente o mais forte terremoto, aconteceu em 1690, na Amazônia. Pelas informações dos jesuítas Samuel Fritz e Felipe Betendorf, o epicentro ocorreu na margem esquerda do rio Amazonas, a 45Km.de Manaus, provavelmente a magnitude foi de 7,0, e sua área de abrangência de 2 milhões de Km².Não houve danos materiais nem mortos e feridos, pois a região era desabitada. As placas tectônicas ficam em constante movimento e ficam sob o magma, exercendo pressão umas nas outras, e diante de um movimento intenso, elas provocam terremotos.

No caso de Sales Oliveira, provavelmente deve ser movimento das placas tectônicas. As falhas se formaram há milhões de anos, em um longo processo geológico. As placas atuais são resultadas da junção de placas, uma sobreposta a outra, e muitas vezes a acomodação não realiza um perfeito encaixe, com isso há a formação de trincas, rachaduras, falhas e com a ruptura resulta em terremotos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: