Novacidade.com News - Orlândia - Notícias - Fotos
FTTh Telecom
Orlândia

Orlândia inicia o Programa Habitacional “Nosso Bairro”

Compartilhar

O próximo encontro do Programa Nosso Bairro, em Orlândia, ficou marcado para terça-feira, dia 28 de Maio, as 18h e 20h (escolha um dos horários para participar), no Centro de Lazer “Edgar Benini”. Todos que não tenham casa ou terreno podem participar, mesmo quem não estiveram no evento de lançamento.

Na tarde do último sábado, 11 de maio, o Programa Nosso Bairro – Lotes Urbanizados, criado pela Frente Parlamentar da Habitação do Congresso Nacional, foi apresentado para mais de 2000 famílias em Orlândia. As famílias puderam tirar dúvidas sobre como seria todo o andamento e como poderiam participar. Um próximo encontro ficou marcado para terça-feira, dia 28 de Maio, as 18h e 20h (escolha um dos horários para participar), no Centro de Lazer “Edgar Benini”, e todos que não tenham casa ou terreno podem participar, mesmo quem não esteve no lançamento.



O QUE É O PROGRAMA NOSSO BAIRRO – LOTES URBANIZADOS
É uma metodologia de aquisição coletiva, onde as famílias junto com a Federação Nacional da Habitação fazem a aquisição coletiva de uma área e projetam um loteamento de interesse social.

-A matéria continua depois da publicidade-



As famílias que participam dessa iniciativa, não conseguem pagar o valor de mercado, porém com condições e valores facilitados conquistam o seu lote e podem construir a sua casa dando dignidade a família. Para participar a única exigência é ter no mínimo 18 anos e não ter casa ou terreno próprio. Não é necessário comprovar renda e mesmo que tenha restrição no nome é possível participar. Também não existe idade máxima.



Grande parte do público participante, nunca teria a chance de conquistar um lote se não fosse através de um PROGRAMA HABITACIONAL, por isso a Frente Parlamentar da Habitação, pesquisou vários sistemas pelo Brasil e encontrou essa metodologia que dá certo e ajuda as famílias a conquistarem o lote. 



A família tendo o lote, ela vai construindo a casa aos poucos, porém o lote ela não consegue ir comprando aos poucos. Ressaltou Ricardo Izar, Coordenador da Frente Parlamentar da Habitação do Congresso Nacional. 


A participação popular é muito importante para que o programa seja uma realidade. É isso que fazemos através da Federação Nacional da Habitação. É o novo Brasil, onde as pessoas são protagonistas de sua própria história. Pessoas que não querem ficar esperando o Governo dar algo, mas começam a conquistar. Do Governo queremos pleitear recursos para a infraestrutura do Bairro, como tem sido em vários municípios do Estado. ”Marcelo Augusto – Presidente da Federação Nacional da Habitação”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: